Quatro segredos para a cura sexual

Sempre digo que é possível recomeçar, independentemente do passado. Mas o que isso significa? Uma coisa é decidir recomeçar, outra coisa é saber lidar com as consequências do passado.

Não é só escutar uma fascinante pregação sobre castidade e assinar um novo cartão de comprometimento de pureza, e então tudo está restaurado. O que normalmente passa despercebido é o longo processo de desatar os nós.

Como muitos de vocês sabem, fui criada em uma família machucada, perdi minha virgindade com quinze anos, e vivi alguns relacionamentos abusivos e infiéis. Algumas das minhas feridas foram feitas por mim mesma por causa das minhas decisões erradas, enquanto outras foram deixadas por outras pessoas em mim.

Antes de encontrar meu esposo, eu deixei meu estilo de vida louco para trás e comecei a praticar a pureza. Mas e as feridas do passado? Eu as tapei. Nós, mulheres, somos mestras em tapar as coisas. Passamos maquiagem, renovamos o guarda-roupa, e oferecemos ao mundo um grande sorriso falso. Mas, lá dentro, nós temos medo de começar a chorar porque temos medo de nunca parar. Então, nos entorpecemos com falsas consolações.

Como nós (homens e mulheres) paramos de correr do passado e aprendemos a encará-lo, dominá-lo, curá-lo? Aqui estão as minhas quatro chaves:

Faça terapia.

A maioria das pessoas sente vergonha de procurar ajuda profissional. Queremos que todo mundo (especialmente nós mesmos) pense que estamos com tudo em ordem. Mas nós nunca vamos resolver um problema até admitir que ele exista. Por ter gasto anos da minha vida correndo do meu passado, minha vida se tornou uma intrincada rede de mecanismos de defesa. Comecei a identificar minhas feridas, pensando que a minha resistente fachada exterior era minha identidade. Na verdade, não tinha nada a ver comigo. Era uma garota amedrontada que gostava de deixar todos à margem porque ela sabia que vulnerabilidade leva à dor. Mas essa não era uma forma de viver. Era apenas existência. Não é como crescemos ou glorificamos a Deus. Então, supere seus medos e fale com alguém que possa te ajudar a finalmente destruí-los. Acesse womenmadenew.com ou catholictherapists.com, ambos em inglês, para encontrar um terapeuta.

Vá à Eucaristia

Sabia que só poderia ir tão longe no meu processo de cura se eu fosse por mim mesma. Depois de várias sessões de terapia, precisava processar meus pensamentos e minhas emoções. Então eu corria para Deus na adoração eucarística. Eu rezava, falava sobre o meu dia, e até mesmo chorava na sua Sagrada Presença. Era naquelas capelas silenciosas que Deus era capaz de reparar muitas das minhas feridas abertas. Com Ele ao meu lado, me sentia segura ao visitar os cantos obscuros das minhas memórias. Às vezes era aterrorizante encará-las, mas aprendi que apenas Jesus poderia desfazer algumas das coisas que foram feitas.

Encontre um bom padre

Ter um conselheiro é essencial se você tem sofrido sérias férias emocionais. Mas um bom padre também tem um valor inestimável no processo de cura porque pode ser difícil decifrar quais problemas são emocionais e quais são espirituais. Afinal, apenas o esforço humano pode conquistar tanto. Porque nós temos almas, nós frequentemente precisamos de libertação e intervenção Divina. Não podemos esperar que o divã de um terapeuta apague o que precisa ser curado no confessionário, e vice-versa.

Encontre companheirismo

Quando você está tamborilando todas as feridas do seu passado, o demônio vai tentar esfregá-las no seu nariz. Ele quer que você pense que você é uma bagunça indigna e perdida. Nesses momentos, é essencial ter a família, amigos ou algum outro tipo de suporte que vai te aceitar da forma como está, te lembrando que você é digna, mesmo que você esteja uma bagunça! Logo, não tente se curar sozinha.

Se você não conhece um bom amigo, padre ou terapeuta que possa ficar do seu lado, ore a Deus para que te mostre onde encontrá-los, para que eles te ajudem a carregar sua cruz.

Não importa quem você é ou o que aconteceu com você. Tudo o que importa é o agora e aonde você irá daqui. Assim como ouvi uma vez, “não importa quão sujo é o seu passado, seu futuro continua sem manchas”.

__________________________

c

Crystalina Evert é fundadora do Women Made New Ministries e co-fundadora do Chastity Project. Ela é autora dos best-sellers Pure Womanhood, How to Find Your Soulmate without Losing Your Soul, Theology of the Body for Teens. Crystalina têm dado inúmeras palestras internacionais para centenas e centenas de pessoas sobre a virtude da castidade, cura, e o plano de Deus para a sexualidade humana. Women Made New encoraja mulheres que necessitam de cura pessoal, empoderando-as para se tornarem as mulheres que Deus as criou.

Leave a Reply